Curtiu? Compartilhe!

Ser e Poder - Princípios e Métodos da Ciência Política

Descrição

 

A previsão acertada é o que corresponde, no âmbito das ciências humanas, à comprovação experimental nas ciências naturais. O miserável desempenho preditivo dos analistas políticos brasileiros há três ou quatro décadas permite assegurar que, simplesmente, a ciência política está extinta no Brasil.

 

Ou a restauramos, ou nos conformamos em viver sob uma revoada de discursos propagandísticos, especulações difamatórias e gritos inúteis de desespero, esperando que, por milagre, dessa mixórdia turva emerja algum conhecimento válido.

 

Praticamente todas as teorias políticas que existem foram desenvolvidas na observação de sociedades muito diferentes da brasileira, sociedades com uma auto-imagem cultural mais desenvolvida e mais nítida do que a nossa.

 

Por isso, a fundação de uma ciência política brasileira requer o exame de fundamentos cognitivos que em outras nações o cientista político recebe prontos de outras ciências ou da tradição cultural.

 

No presente curso, planejo condensar as investigações fundamentais que, de modo fragmentário e meio caótico, andei apresentando em inumeráveis escritos e conferências desde pelo menos o ano 2000. Pretendo que esse condensado forneça aos alunos um guiamento suficiente para que se orientem no conjunto desse material e aprendam a usá-lo e desenvolvê-lo nas suas próprias análises de qualquer situação política.

 

Programa

 

Aula 01
A origem da ciência política. O agente e o cientista.

 

Aula 02
Ser e Poder. Natureza e modalidades do poder. O poder político enquanto distinto de outras modalidades de poder. Teoria da ação. Teoria da obediência. Teoria das castas.

 

Aula 03
Quem é o sujeito da História? Continuidade e poder.

 

Aula 04
Técnica da análise de situações políticas concretas.

 

Aula 05
Exemplo de aplicação dessa técnica na análise do jogo de poder no Brasil de hoje.

Curtiu? Compartilhe!